Morre a segunda irmã siamesa operada em Cingapura

A segunda irmã siamesa operada em Cingapura, Laleh, morreu hoje uma hora e meia após a sua irmã Ladan, que também não resistiu à cirurgia de separação, comandada por uma equipe de mais de 20 médicos e uma centena de auxiliares. As duas irmãs, iranianas, tinham 29 anos. A cirurgia, no hospital Raffles, foi a primeira a tentar separar siameses adultos unidos pela cabeça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.