JOEDSON ALVES/AGENCIA ESTADO/AE
JOEDSON ALVES/AGENCIA ESTADO/AE

Morre aos 100 anos embaixador Meira Penna

Diplomata atuou como secretário-geral adjunto do Ministério das Relações Exteriores para a Europa Oriental e a Ásia

Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

29 Julho 2017 | 18h15

Morreu neste sábado, 29, aos 100 anos o embaixador José Osvaldo de Meira Penna. O diplomata atuou como secretário-geral adjunto do Ministério das Relações Exteriores para a Europa Oriental e a Ásia, e desempenhou o papel de embaixador em Israel, Nigéria, Noruega, Equador, EUA, França e Polônia.

Em Israel, Meira Penna foi embaixador entre 1967 e 1970 e viveu naquele país o período da Guerra dos Seis Dias, que opôs israelenses e os Estados árabes. 

Na ocasião em que a ONU aprovou resolução 242, determinando que Israel deveria desocupar territórios que foram tomados durante o conflito, Meira Penna recomendou que o Brasil desconsiderasse a resolução e defendesse Israel, até mesmo mudando a sede da embaixada brasileira de Tel-Aviv para Jerusalém (cuja parte oriental havia sido anexada pelos israelenses).

O embaixador escreveu diversos livros, entre eles O Espírito das Revoluções, em que traça um panorama das teorias que moldaram movimentos históricos.

Mais conteúdo sobre:
Embaixador Diplomata

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.