Morre, aos 107 anos, centenária eleitora de Obama

Ann Nixon Cooper, a centenária eleitora norte-americana elogiada pelo presidente Barack Obama em seu discurso da vitória no ano passado, morreu ontem, aos 107 anos, na casa onde vivia desde 1938, informa na sua edição de hoje o "Atlanta Journal-Constitution". O serviço funerário de Atlanta confirmou a morte dela. Ann Nixon havia sido hospitalizada recentemente por problemas de circulação. Ela completaria 108 anos em 9 de janeiro.

AE-AP, Agencia Estado

22 de dezembro de 2009 | 14h37

Em 2008, no discurso no qual celebrou sua vitória, Obama qualificou Ann Nixon como um exemplo da "esperança" do último século. Então recém-eleito, Obama observou que ela havia nascido em uma época na qual mulheres e negros não tinham direito a voto nos Estados Unidos, mas tinha conseguido viver o suficiente para votar pelo primeiro presidente negro da história do país.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAAnn Nixon CooperObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.