Morre, aos 82 anos, o astro pop Eddie Fisher

Eddie Fisher, cuja fama como cantor pop foi abalada por escândalos e por seus casamentos com Debbie Reynolds e Elizabeth Taylor, morreu aos 82 anos. Sua filha Tricia Leigh Fisher disse que o artista morreu na noite de quarta-feira na casa dele, em Berkeley, nos Estados Unidos, por complicações de uma cirurgia na bacia.

AE-AP, Agência Estado

24 de setembro de 2010 | 14h59

A cristalina e dramática voz de cantor de Fisher lhe rendeu muitas admiradoras adolescentes na década de 1950. Ele vendeu milhões de discos com canções de êxito como "Thinking of You", "Any Time", "Oh, My Pa-pa", "I''m Yours", "Wish You Were Here", "Lady of Spain" e "Count Your Blessings".

A fama dele aumentou em 1955, graças a seu casamento com a atriz de cinema Debbie Reynolds - chegaram a ser chamados de "o casal favorito dos Estados Unidos". A filha deles, Carrie Fisher, tornou-se também uma estrela de cinema, como protagonista dos três primeiros filmes da série "Guerra nas Estrelas", no papel da Princesa Leia, e mais tarde como escritora de livros de sucesso.

Quando o produtor Mike Todd, o melhor amigo de Fisher, morreu em um acidente aéreo em 1958, Fisher consolou a viúva, Elizabeth Taylor. Fisher acabou se divorciando de Debbie Reynolds e se casou com Elizabeth, em 1959. O novo casamento durou apenas cinco anos. Elizabeth se apaixonou pelo ator Richard Burton durante a filmagem de "Cleópatra", divorciou-se de Fisher e casou com o colega, em um dos maiores escândalos do mundo do espetáculo no século XX.

A carreira de Fisher nunca conseguiu se recuperar dos escândalos. Mais tarde, ele se casou com a atriz Connie Stevens, com quem teve mais duas filhas. Ainda se divorciou e casou em outras duas ocasiões.

Tudo o que sabemos sobre:
Eddie Fishermorteastro pop

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.