Morre cardeal contrário à Guerra do Iraque

O cardeal Pio Laghi, diplomata do Vaticano, morreu ontem em Roma de insuficiência cardíaca aos 86 anos. Ele ficou conhecido por ter sido enviado pelo Vaticano a Washington, em 2003, para tentar convencer o presidente dos EUA, George W. Bush, a não invadir o Iraque. Laghi viveu na Argentina entre 1974 e 1980 e foi acusado de apoiar a ditadura no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.