Morre chinês que criou 'diplomacia do pingue-pongue'

O mesa-tenista Zhuang Zedong deu início à reconciliação entre China e EUA nos anos 1970.

BBC Brasil, BBC

11 de fevereiro de 2013 | 19h53

O jogador de tênis de mesa Zhuang Zedong, que teve papel instrumental na chamada "Diplomacia do pingue-pongue" - que levou a um abrandamento das tensões entre Estados Unidos e China nos anos 1970 - morreu nesse domingo aos 73 anos.

Em 1971, Zhuang presenteou o jogador americano Glenn Cowan com um retrato pintado em seda, dando início a evento que levaram a equipe americana a fazer uma turnê pela China no mesmo ano.

Em 1972, Richard Nixon se tornou o primeiro presidente americano a visitar a China comunista.

O evento abriu a China para o resto do mundo e mudou o equilíbrio de poder na Guerra Fria.

Nixon chamou sua visita de "a semana que mudou o mundo".

Os dois países normalizaram suas relações diplomáticas em 1979.

'Amigos dos chineses'

O incidente que determinou o convite para que a equipe americana de tênis de mesa visitasse a China aconteceu no campeonato mundial em Nagoya, no Japão, quando o americano Glenn Cowan perdeu seu ônibus e recebeu uma carona dos chineses.

Em uma entrevista à Reuters em 2007, Zhuang disse que seus colegas de equipe pediram que ele não se aproximasse dos americanos, mas ele os ignorou.

Com a ajuda de um intérprete, ele disse a Cowan, enquanto lhe entregava o presente: "Apesar de o governo americano não ser amigável com a China, o povo americano é amigo dos chineses. Eu dou isto a você para marcar a amizade dos chineses com os americanos".

Fotos do encontro foram divulgadas na mídia e o líder chinês Mao Tsé-tung rapidamente ordenou que seu Ministério de Relações Exteriores convidasse os jogadores americanos para uma visita.

"Zhuang Zedong não entende somente de bom pinque-pongue, ele também entende de boa diplomacia", teria dito Mao.

O jogador chinês foi três vezes campeão do mundo e era um dos principais esportistas do país nos anos 1960.

Ele se tornou ministro dos esportes aos 30 anos e foi escolhido como membro do Comitê Central do Partido Comunista.

No entanto, após a morte de Mao em 1976 e a rápida expulsão da chamada "Gangue dos Quatro", que incluía a viúva do líder, Jian Qing, o atleta foi preso e proibido de jogar tênis de mesa.

Ele foi exilado dentro do país e só retornou a Pequim em 1985.

Zhuang e Cowan se encontraram novamente em 1972, durante uma visita aos Estados Unidos. O jogador americano faleceu em 2004. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
alsochinaeuatenis mesazhuang zedong

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.