Sebastian John / AP
Sebastian John / AP

Morre ex-premiê da Índia que deu início a um inovador processo de paz com o Paquistão

Atal Bihari Vajpayee foi um dos mais populares líderes do governista partido nacionalista hindu Bharatiya Janata, do primeiro-ministro atual, Narendra Modi

O Estado de S.Paulo

16 Agosto 2018 | 09h45

NOVA DÉLHI - O ex-primeiro-ministro da Índia Atal Bihari Vajpayee, que ordenou testes de armas nucleares para tornar o país uma potência no setor e viajou de ônibus ao Paquistão em um grande gesto diplomático, morreu nesta quinta-feira, 16, aos 93 anos. A informação foi confirmada pelo hospital onde ele estava internado.

Vajpayee foi um dos mais populares líderes do governista partido nacionalista hindu Bharatiya Janata, do primeiro-ministro atual, Narendra Modi. Ele ordenou os testes em 1988, aumentando o medo de uma guerra nuclear com o rival Paquistão. Contudo, ele iniciou posteriormente um processo de paz inovador com o país.

Diferente de Modi - o qual os críticos dizem que é uma figura polarizada, apesar de sua promessa de desenvolvimento inclusivo para a população de 1,3 bilhão da Índia -, Vajpayee era o rosto moderado do nacionalismo hindu, admirado até por alguns inimigos políticos.

Ele ocupou o cargo de primeiro-ministro três vezes: por 13 dias em 1996, por 11 meses de 1998 a 1999, e de 1999 a 2004. / REUTERS e AP

Relembre: inundações levam peixes a hospital na Índia

Mais conteúdo sobre:
Índia [Ásia] Atal Bihari Vajpayee

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.