Morre ex-presidente do Sri Lanka, aos 92 anos

O ex-presidente do Sri Lanka Dingiri Banda Wijetunga morreu hoje na cidade de Kandy, no centro do país, de uma doença no peito. Ele tinha 92 anos e tornou-se o terceiro presidente da ilha, após o assassinato de seu antecessor, Ranasinghe Premadasa, em um atentado suicida em 1993. Ele ficou no cargo por 18 meses. Antes disso, Wijetunga exerceu as funções de deputado e ministro. Foi também primeiro-ministro, de 1989 a 1993. As informações são de agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.