Mark Cardwell / AFP
Mark Cardwell / AFP

Morre ex-secretário-geral da ONU Javier Pérez de Cuéllar

Quinto secretário-geral da ONU, entre janeiro de 1982 e dezembro de 1991, Javier morreu aos 100 anos, por causas naturais, segundo seu filho

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de março de 2020 | 01h38

O diplomata peruano Javier Pérez de Cuéllar, secretário-geral das Nações Unidas de 1982 a 1991, faleceu nesta quarta-feira, 4, em Lima, aos 100 anos, por causas naturais, informou seu filho.

"Meu pai faleceu após uma semana complicada, morreu às oito e nove da noite (22h09 de Brasília) e descansa em paz", disse Francisco Pérez de Cuéllar à rádio RPP.

Nascido em Lima em 1920, Pérez de Cuéllar foi o quinto secretário-geral da ONU, entre janeiro de 1982 e dezembro de 1991.

A ONU saudou o ex-secretário no dia 19 de janeiro, quando completou 100 anos. 

O atual secretário-geral da ONU, António Guterres, escreveu no Twitter na ocasião: "É com enorme orgulho e alegria que celebramos seu centenário (...). Muitas vezes refleti sobre seu exemplo e sua experiência em busca de inspiração e orientação".

No Peru, Pérez de Cuéllar foi presidente do Conselho de Ministros e chanceler simultaneamente durante o governo de transição de Valentín Paniagua, entre 22 de novembro de 2000 e 28 de julho de 2001.

Candidato à presidência em 1995, perdeu para Alberto Fujimori, que acabou reeleito. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.