MORRE HORST FAAS, ÍCONE DO FOTOJORNALISMO

Memória

NOVA YORK, O Estado de S.Paulo

12 Maio 2012 | 03h05

Um dos maiores nomes da história do fotojornalismo, o alemão Horst Faas, morreu ontem em Munique, na Alemanha, aos 79 anos. Ele se tornou um grande nome do jornalismo internacional ao mostrar ao mundo cenas dramáticas da Guerra do Vietnã, minando o apoio popular à campanha militar nos EUA. Faas ganhou dois Pulitzer: um pelas fotos no Vietnã, outro pelas imagens da guerra civil em Bangladesh. Seu trabalho influenciou várias gerações de fotojornalistas. A causa da morte de Faas não foi revelada. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.