Morre Hua Guofeng, conservador linha dura que sucedeu Mao

Líder comunista chinês tentou retornar ao modelo soviético que a China aplicou em sua economia nos anos 50

AP e Efe,

20 de agosto de 2008 | 18h42

O ex-líder comunista chinês Hua Guofeng, designado por Mao Tsé-tung para ser seu sucessor na liderança da China, morreu nesta quarta-feira, 20, em Pequim, aos 87 anos, informou a agência oficial chinesa Xinhua. O comunicado chinês não especificou qual foi a causa da morte, limitando-se a dizer que ele morreu de uma doença que não podia ser curada. Hua sucedeu Zhou Enlai como primeiro-ministro chinês, em janeiro de 1976. Pouco depois, assumiu a Secretaria-geral do Partido Comunista da China (PCCh) - cargo de maior poder no país - depois da morte de Mao, em setembro daquele mesmo ano.   O líder comunista entrou para a história como o homem que acabou com o turbulento período da Revolução Cultural (1966-1976), apesar de a vitória da linha reformista de Deng Xiaoping no PCCh o ter afastado das esferas de poder. Hua nasceu em fevereiro de 1921 na localidade de Jiaocheng, na província chinesa de Shanxi, e ingressou no PCCh em 1938, ano no qual se uniu à "Longa Marcha" do Exército comunista por todo o país, fugindo de seus rivais nacionalistas do Kuomintang.   Em sua breve liderança da política chinesa, de cerca de cinco anos, Hua acabou com a dramática experiência social da Revolução Cultural, retirando do poder a chamada "Camarilha dos Quatro" - cujos membros mais tarde foram considerados culpados dos crimes cometidos durante uma década em nome do pensamento maoísta.   Partidário da linha mais conservadora, Hua tentou retornar ao modelo soviético que a China aplicou em sua economia nos anos 50 (com idéias também fracassadas como o "Grande salto para a frente"), mas a linha reformista de Deng Xiaoping acabou se impondo e o país se encaminhou para a transformação em uma "economia socialista de mercado", um processo que continua ainda hoje.   A falta de apoios a suas idéias no PCCh fez com que Hua fosse sucedido como primeiro-ministro por Zhao Ziyang em 1980 e como presidente do grupo político em 1981 por Hu Yaobang, os dois partidários da linha de reforma econômica do "Pequeno Timoneiro" Deng. Hua manteve um cargo no Comitê Central do PCCh até 2002.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaMao Tsé-tung

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.