Morre Jade Goody, ex-BB britânica

A assistente odontológica Jade Goody, que virou celebridade depois de participar da versão britânica do programa Big Brother, em 2002, morreu ontem aos 27 anos. Jade causou polêmica no país depois de transformar sua luta contra o câncer em um espetáculo para a mídia, que chegou a mostrar a celebridade em estado terminal.Jade descobriu que estava com câncer no colo do útero em 2008 quando participava da versão indiana do programa. A doença espalhou-se rapidamente pelo fígado, intestino e outros órgãos. Ela morreu em sua casa, em Upshire, Essex, ao lado da mãe, Jaquiey Buden, do marido, Jack Tweed, e dos dois filhos, de 4 e 5 anos.A britânica soube explorar comercialmente sua rápida e superficial fama. Depois que deixou o programa, montou um salão de cabeleireiros para homens, lançou um perfume com seu nome - chegou a dizer que vendia mais que o do jogador de futebol David Beckham - e, ainda que pareça mentira, publicou uma autobiografia.Há cerca de um mês, Jade realizou seu último desejo, conforme ela própria confessou: o de casar-se com Tweed. E também explorou a ocasião. Ela proibiu o acesso de fotógrafos e jornalistas à cerimônia, exceto o da revista OK!, que teria pago 1,1 milhão pela cobertura do casamento.A luta de Jade contra o câncer foi acompanhada por um programa de televisão, que a mostrou em estado terminal, e alimentou durante as últimas semanas as capas dos tabloides sensacionalistas britânicos e da imprensa séria, que parecia não se cansar de publicar fotos da jovem careca por causa quimioterapia a que era submetida para o tratamento da doença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.