Morre José López Portillo, ex-presidente do México

José López Portillo, presidente do México de 1976 a 1982, faleceu nesta terça-feira, aos 83 anos, vítima de pneumonia.Professor de ciências políticas na Universidade Nacional Autônoma do México, López Portillo filiou-se ao Partido Revolucionário Institucional (PRI) e se tornou secretário de finanças do país antes que o então presidente Luis Echevarría o elegesse sucessor. Sem nenhuma experiência política, assumiu o governo quando o México enfrentava o período de mais grave recessão econômica desde a Segunda Guerra Mundial. Aproveitou a explosão do mercado petrolífero para fortalecer a economia. Prometeu prosperidade aos mexicanos, principalmente aos milhões de pobres. E cumpriu, pelo menos por um tempo.Durante os primeiros anos em que esteve no poder, a exploração do petróleo trouxe uma prosperidade sem precedentes ao país. Mas o bom momento foi seguido da crise mundial no mercado do petróleo, que deixou a economia na pior situação da história e o obrigou a desvalorizar a moeda. O México ficou terrivelmente endividado.Pouco antes de deixar o poder, López Portillo se divorciou de sua esposa Carmen, uma pianista conhecida por seu mau gosto e mania de grandeza, com quem teve três filhos, e foi viver na Espanha com sua ex-secretária de Turismo Rosa Luz Alegría. Depois, casou-se com a atriz Sasha Montenegro, famosa por aparecer nua nas telas do cinema. Com essa última, teve dois filhos e voltou ao México.Em 1996, o ex-presidente mexicano sofreu uma embolia, da qual se recuperou bem. Mas nos anos seguintes, o estado de saúde se agravou. Em 2001, teve de submeter-se a um procedimento para desbloqueio das artérias. Em fevereiro do ano passado, foi internado com úlceras nas pernas. E nesta segunda-feira, deu entrada em um hospital da Cidade do México com problemas cardio-respiratórios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.