Morre líder espiritual de grupo extremista argelino

O Grupo Salafistas de Convocação e Combate, conhecido pela iniciais GSPC, anunciou nesta quarta-feira o falecimento de seu líder espiritual Ahmed Abou al-Baraam cujo nome real era Ahmed Zarabib. O grupo islâmico da Argélia é, supostamente, ligado à rede terrorista Al-Qaeda, informou um jornal argelino.A notícia foi publicada em uma página na internet ligada ao grupo, informou o jornal argelino Liberte. Autoridades argelinas não comentaram a notícia veiculada pelo diário.Segundo as informações do Liberte, Ahmed, um antigo clérigo apontado como fundador do GSPC, teria morrido em 17 de janeiro nas montanhas de Toudja, 260 quilômetros ao leste de Argel.O GSPC é um dos principais grupos rebeldes engajados na insurgência iniciada em 1992, quando militares anularam eleições nacionais que seriam vencidas por partidos islâmicos radicais. O conflito resultou na morte de aproximadamente 120.000 pessoas desde então.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.