Morre líder regional do Partido Democrata que foi baleado

O dirigente regional do Partido Democrata Bill Gwatney, que foi baleado hoje na sede do partido no estado norte-americano de Arkansas, morreu hoje por causa dos ferimentos. Gwatney, de 48 anos, foi ferido com três tiros por um homem de 51 anos que não teve sua identidade revelada. O atirador fugiu após o ataque, mas foi baleado pela polícia e morreu horas depois.O dirigente democrata foi levado às pressas a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Os motivos do assassinato são desconhecidos. Após fugir, o suspeito entrou em uma picape e ainda conseguiu dirigir por vários quilômetros em fuga, até ser atingido pela polícia."Nós estamos profundamente entristecidos com as notícias de que Bill Gwatney faleceu", disse em comunicado o casal Bill Clinton e Hillary Rodham Clinton, ex-presidente e ex-primeira-dama dos Estados Unidos. Bill Clinton foi governador do Arkansas. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.