Morre mais um soldado americano no Iraque

No povoado de Iskandariya, 60 quilômetros ao sul de Bagdá, guerrilheiros atacaram uma patrulha das forças de coalizão com um foguete, matando um policial americano, informou o comando dos EUA hoje, enquanto se intensificam as operações para eliminar os focos revoltosos no Iraque. Com isso, eleva-se a 37 o número de militares americanos mortos no Iraque, este mês.E, em Cidade Sadr, um setor pobre de maioria shiita, no oeste de Bagdá, testemunhas disseram que um soldado americano matou a tiros, durante uma briga, no fim de semana, o chefe do conselho municipal instalado pelo comando americano.No domingo, L. Paul Bremer, chefe da Autoridade Provisional da Coalizão, advertiu que a crescente violência poderá afetar os planos para a criação de uma nova constituição para o país, considerada primordial para a instalação de um governo iraquiano independente.?Vamos enfrentar um aumento dos ataques e de ações terroristas?, ele disse em entrevista ao jornal britânico The Times, ?uma vez que os terroristas estão vendo que a dinâmica da reconstrução caminha em nossa direção.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.