Morre 'ministro da guerra' da Al-Qaeda no Iraque

Neaman Salman foi morto durante operação do Exército na região de Heet

Efe

25 de fevereiro de 2011 | 08h17

BAGDÁ - Neaman Salman, considerado o "ministro da guerra" da Al-Qaeda no Iraque, foi morto pelo Exército, informaram nesta sexta-feira, 25, fontes oficiais.

 

Salman morreu em data não detalhada durante uma operação armada em Heet, localidade no centro do país, na província de Al-Anbar, como informou o escritório do chefe das Forças Armadas iraquianas.

O comandante militar da coalizão terrorista Estado Islâmico do Iraque, uma aliança liderada pela Al-Qaeda, era original de Al-Anbar.

 

Seu nome completo era Neaman Salman Mansur al Zaidi e também era conhecido com o nome de guerra de Abu Ibrahim.

 

Durante os interrogatórios de vários dirigentes terroristas que foram detidos em dezembro, quando foi desmantelada a direção do Estado Islâmico do Iraque em Al-Anbar, foi descoberto que Salman estava a cargo do comando militar da organização terrorista.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueAl-QaedaNeaman Salman

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.