AFP PHOTO / METROPOLITAN POLICE / FAMILY HANDOUT
AFP PHOTO / METROPOLITAN POLICE / FAMILY HANDOUT

Morre mulher que caiu da Ponte de Westminster durante atentado em Londres

Polícia britânica confirmou que Andreea Cristea, de 31 anos, não resistiu aos ferimentos; ela havia caído no Rio Tâmisa após ser atropelada pelo terrorista Khalid Masood

O Estado de S.Paulo

07 Abril 2017 | 18h28

LONDRES - A polícia do Reino Unido anunciou nesta sexta-feira, 7, a morte da mulher que caiu no Rio Tâmisa durante o atentado ocorrido no dia 22 de março próximo ao Parlamento britânico.

Um porta-voz da Scotland Yard identificou a vítima como Andreea Cristea, de 31 anos, nascida na Romênia. Com isso, sobe para cinco o número de vítimas mortais do ataque.

Ela foi internada no hospital após ser resgatada das águas do Tâmisa, e visitava a capital britânica ao lado de seu marido, Andrei Burnaz, que fraturou o pé durante o ataque.

Andreea caiu no rio após ser atropelada pelo autor do atentado, Khalid Masood. Ele jogou um veículo contra as pessoas que cruzavam a Ponte de Westminster, em Londres, antes de bater o carro contra o muro que cerca o Parlamento, onde esfaqueou e matou um policial, e depois foi morto por outros agentes.

"Após lutar por sua vida durante mais de duas semanas, nossa querida e insubstituível Andreea, uma filha, irmã, companheira maravilhosa, amiga dedicada e a maior amante da vida, foi cruel e brutalmente arrancada de nossas vidas da maneira mais impiedosa", disse a família da vítima em um comunicado divulgado pelos veículos de imprensa britânicos.

Além das seis pessoas que morreram em consequência da ação terrorista, entre elas o autor da tragédia, o atentado deixou cerca de 50 feridos. De acordo com a emissora BBC, Andreea Cristea morreu em razão dos ferimentos sofridos.

Além de Masood e Andreea, também perderam a vida no atentado o policial Keith Palmer, Aysha Frade, o turista americano Kurt Cochran, e o aposentado britânico de 75 anos Leslie Rhodes. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.