Morre no Paquistão espião indiano condenado

Um espião indiano, que havia sido condenado à morte, morreu devido a um ferimento na cabeça, após dois prisioneiros o atacarem com um tijolo, afirmou a televisão estatal do Paquistão.

Agência Estado

01 de maio de 2013 | 21h32

Sarabjit Singh, o prisioneiro indiano, foi atacado na sexta-feira em uma prisão na cidade de Lahore e depois foi transferido a um hospital. Ele foi preso em 1990 por seu papel em uma série de explosões em Lahore e em Faisalabad, que mataram 14 pessoas. Sua família insistia que ele era inocente. Ele foi acusado de espionagem e de provocar as explosões e foi condenado à morte em 1991.

Ainda não é claro como a morte vai afetar o relacionamento entre o Paquistão e a Índia. Os dois vizinhos são inimigos de longa data e disputaram três grandes guerras desde que alcançaram a independência em relação à Grã Bretanha em 1947. No entanto, o relacionamento entre eles tem melhorado nos últimos anos, especialmente no âmbito comercial. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IndiaPaquistãoespiãomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.