Morre nos EUA homem que ateou fogo ao próprio corpo

Morreu neste sábado o homem que ateou fogo ao próprio corpo ontem, no National Mall, um parque próximo à sede do Congresso dos EUA em Washington, informou o porta-voz da polícia, Araz Alali. A polícia está investigando o motivo do suicídio. A identidade do homem ainda não foi revelada.

Agência Estado

05 de outubro de 2013 | 20h21

O homem teria jogado gasolina em si mesmo na tarde de ontem. Havia uma lata vermelha ao seu lado com o combustível quando corredores o viram já em chamas e tentaram ajudar. A polícia disse que ele estava consciente e respirando quando foi socorrido.

O incidente ocorreu um dia depois de uma mulher ter sido perseguida e morta pela polícia durante uma perseguição após bater com seu carro em uma barreira de segurança da Casa Branca e fugir em alta velocidade. A mulher, identificada como Miriam Carey, de 34 anos, estava desarmada e com a filha de um ano e meio no carro. No dia 16 de setembro, 13 pessoas morreram, entre eles o atirador, após um tiroteio em massa ocorrido no comando da Marinha, também em Washington. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAMORTOFOGOWASHINGTON

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.