Morre o escritor argentino Rodolfo Fogwill

Autor tinha obras publicadas na América Latina, Espanha e EUA, entre as quais o romance 'Los Pichiciegos'

Efe,

22 de agosto de 2010 | 02h59

O escritor argentino Rodolfo Fogwill morreu no sábado, 21, em Buenos Aires aos 69 anos. Ele estava internado em um hospital "por um problema pulmonar provocado por seu vício em cigarro", informou a versão digital do jornal Perfil, de Buenos Aires, do qual o escritor era colunista.

 

Entre suas obras - que foram publicadas na América Latina, Espanha e Estados Unidos - destaca-se o romance Los Pichiciegos. Fogwill, também escreveu poemas, contos, crônicas e ensaios sobre comunicação, literatura e política.

Tudo o que sabemos sobre:
escritorargentinoRodolfo Fogwill

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.