Morre o ex-presidente dos EUA Ronald Reagan

O ex-presidente americano Ronald Reagan morreu neste sábado, aos 93 anos, em sua casa na Califórnia. Reagan lutava há mais de 10 anos contra o mal de Alzheimer, que se caracteriza pela deterioração progressiva das faculdades mentais. O anúncio oficial da morte foi feito pela viúva Nancy Reagan. "Eu e minha família gostaríamos que o mundo fosse informado de que o presidente Ronald Reagan morreu aos 93 anos de idade depois de 10 anos de mal de Alzheimer. Agradecemos as preces de todos", afirmou Nancy em um comunicado. Segundo Joanne Drake, que representa a família, Nancy e os filhos Ron e Patti estavam na casa do casal em Los Angeles no momento em que o ex-presidente morreu, às 13 horas (17 horas de Brasília), de pneumonia causada pelo mal de Alzheimer. Michel, outro filho de Ronald Reagan, chegou pouco tempo depois. Republicano, Reagan foi o 40º presidente dos EUA, por dois mandatos, entre 1981 e 1989. Em 30 de março de 1981, dois meses após tomar posse, foi vítima de um atentado a tiros quando saía de um hotel em Washington. Atingido no pulmão esquerdo por um dos seis tiros disparados por John Hinckley, Reagan foi operado e não sofreu grandes seqüelas. Hinckley, então com 25 anos, disse que cometeu o atentado para chamar a atenção da atriz Jodie Foster. Ex-ator de cinema, ex-jornalista esportivo e ex-governador da Califórnia, Reagan anunciou sua retirada da vida pública depois de ter admitido que sofria da doença, em novembro de 1994, Desde então, raramente foi visto em público.Suas políticas ultraliberais marcaram profundamente a economia e a sociedade americanas nos anos 80, quando os "yuppies" de Wall Street ganhavam dezenas de milhões de dólares por ano, ao mesmo tempo em que surgia uma nova classe de pessoas empobrecidas marginalizadas dos programas sociais.Anticomunista radical, o ex-presidente liderou uma corrida armamentista sem precedentes em épocas de paz, especialmente ao lançar o famoso plano "guerra nas estrelas", um polêmico projeto de defesa antimísseis que pressionou economicamente a União Soviética e contribuiu para a queda do que ele chegou a chamar publicamente de "império do mal".Reagan nasceu em 6 de fevereiro de 1911 em Tampico (Illinois). Foi educado por um pai alcoólatra, Jack, católico irlandês e democrata convicto, e por uma mãe protestante, Nelle, puritana militante.Casou-se em 1940 com a atriz Jane Wyman, de quem se divorciou oito anos depois. Voltou a casar em 1952 com a estrela Nancy Davis, que se tornou sua primeira-dama onipresente e muito influente.Desde o anúncio da doença de seu marido, Nancy Reagan sempre esteve ao seu lado e pediu publicamente a aprovação de pesquisas médicas com células-tronco, que podem combater o mal de Alzheimer. Também se manifestou contra as fortes restrições impostas ao tema pela administração Bush.Leia mais: Cronologia   "É um triste dia para a América", diz Bush sobre morte de Reagan    Thatcher lamenta morte de "querido amigo"    Homem que atirou em Reagan não é mais perigoso, diz médico    CBS cede à pressão e suspende série sobre Reagan    Nancy Reagan trava batalha contra Bush por células-tronco    Atentado contra Reagan provocou neurose coletiva em Washington    Lincoln, Reagan e Kennedy. Os presidentes preferidos 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.