Morre o mais jovem sherpa da expedição ao Everest

A família do sherpa Nawang Gombu, montanhista conhecido internacionalmente como o membro mais novo da expedição do Sir. Edmund Hillary e Tenzing Norgay na primeira escalada ao Everest, informou que ele morreu em casa, ao pé da Cordilheira do Himalaia, aos 79 anos.

AE, Agência Estado

24 Abril 2011 | 09h41

Gombu era o mais jovem a integrar a expedição realizada em 1953, embora ele mesmo não tenha chegado ao pico até 10 anos depois da data. Ele ganhou fama ao ser o primeiro a escalar a montanha mais alta do mundo duas vezes, depois de guiar uma equipe norte-americana em 1963 e uma equipe da Índia dois anos depois.

Nascido no Tibet, Gombu era um dos últimos chamados "Tigres das neves", um grupo de sherpas que escalava o Himalaia para trazer fama e prestígio à comunidade local. Ele morreu neste domingo. O funeral deve ocorrer na quinta-feira. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Everestexpedição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.