Morre o mais velho veterano da Primeira Guerra Mundial

Jack Davis, que seria o mais velho veterano britânico da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), faleceu ontem aos 108 anos, disse seu filho nesta segunda-feira. Ken Davis disse que seu pai, que serviu no 6º Batalhão de Infantaria Ligeira do Duque de Cornwall, "acabou de partir em paz" num asilo em Stoke Hammond, na Inglaterra. Ele entrou para o Exército da Grã-Bretanha aos 19 anos e participou do serviço ativo na França e na Bélgica e lutou a batalha de Ypres, em julho de 1917, que deixou mais de 250.000 mortos nos dois lados. Ligado ao 6º Batalhão, Davis chegou em 1915 a Ypres, onde os alemães usaram gases venenosos pela primeira vez, disse Dennis Goodwin, da Associação dos Veteranos da Primeira Guerra Mundial. "Essa guerra é a coisa mais lamentável e humilhante que um homem pode sofrer", disse Davis numa entrevista recente. "Lembro-me de dias nos quais não podíamos nem mudar de roupa e os ratos circulavam entre nós." Hoje, a Associação dos Veteranos da Primeira Guerra Mundial conta com somente 34 membros.

Agencia Estado,

21 Julho 2003 | 14h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.