Morre o presidente do Turcomenistão, Saparmurat Niyazov

O presidente do Turcomenistão, Saparmurat Niyazov, morreu nesta quinta-feira pela manhã, aos 66 anos, afirmaram fontes governamentais."A desgraça ocorreu logo pela manhã. Estamos todos sob choque", explicou um alto responsável do governo. "Hoje, de forma inesperada, o presidente turcomeno morreu", acrescentou outro membro.Segundo o comunicado oficial divulgado pela televisão estatal em um boletim extraordinário, o dirigente morreu de uma parada cardíaca.Niyazov ocupava a presidência do Turcomenistão, segundo maior produtor de gás natural entre os países da antiga União Soviética, desde 1985. Uma das características de seu governo era o culto à sua personalidade: boa parte das cidades do país possui escolas, estradas e monumentos com o nome e a imagem de Niyazov.Na escola, entre as leituras obrigatórias para as crianças estão antologias com obras escritas pelo presidente.Em um dos governos mais repressivos do mundo, Niyazov não costumava tolerar nenhum tipo de oposição política ou liberdade de imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.