Morre primeira vítima da gripe suína em Nova York

Um vice-diretor de uma escola do Queens, Mitchell Wiener, morreu na noite de ontem após contrair o vírus da influenza A (H1N1), a gripe suína. Wiener, de 55 anos, tornou-se a primeira vítima da doença em Nova York. Um porta-voz do Flushing Hospital Medical Center, onde o paciente estava internado, disse que ele faleceu "apesar do tratamento com um medicamento experimental".

AE, Agencia Estado

18 de maio de 2009 | 08h57

Com a morte de Wiener, sobe para seis o número de óbitos relacionados à doença nos Estados Unidos. No balanço de ontem, a Organização Mundial de Saúde (OMS) contabilizava 8.480 casos da nova gripe, incluindo 72 mortes. A doença, conhecida como gripe suína até ser rebatizada pela OMS, já se espalhou por mais de 40 países. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaEUAmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.