Morre quinta vítima de ataque a escola religiosa nos EUA

Morreu na madrugada de terça-feira mais uma das setevítimas que foram feridas durante o ataque de um homem contra um colégio amish da Pensilvânia, elevando para cinco o número de mortes, informou a rede de televisão CNN. Os amishes são religiosos cristãos protestantes que se caracterizam por renunciar ao uso de máquinas e aparelhos modernos. A rede de televisão não ofereceu mais detalhes nem identificou a quinta vítima fatal do ataque. O assassino, que se suicidou após o massacre, foi identificado como Charles Carl Roberts, um homem de 32 anos que recolhia o leite de vacas produzido na comunidade amish e o levava a uma fábrica processadora. Roberts não pertencia à comunidade amish. Antes de sair rumo ao colégio, Roberts deixou em sua casa uma nota de suicídio e uma carta a sua mulher e filhos na qual se refere a uma vingança que cometeria por algo ocorrido há 20 anos, episódio sobre o qual a polícia não forneceu mais informações. Após deixar seus filhos em outro colégio, Roberts foi à escola no condado de Lancaster onde entrou armado com uma escopeta e uma pistola Lá, ele amarrou as alunas e deixou escapar os meninos e várias professoras, entre elas uma grávida. A polícia chegou à escola às 10h30 (de Brasília), nove minutos após uma mulher que escapara ter avisado sobre a tragédia. Com a chegada dos policiais, Roberts disse que começaria a atirar seeles não fossem embora em 10 segundos. Após a contagem, abriu fogo. Nesse momento, apolícia invadiu o colégio rural pelas janelas. O comandante da polícia da Pensilvânia disse que uma das meninas morreu nos braços dos policiais. Os feridos estão internados no Lancaster General Hospital e no Hershey Medical Center, entre outros centros médicos. Cerca de trinta meninos e meninas entre seis e 13 anos estudavam na escola. A polícia interrogou a mulher do assassino. Quando já estava naescola, Roberts chegou a telefonar para ela, pelo celular, para dizer que "não agüentava mais e que faria algo para se vingar de algo ocorrido há 20 anos". Os amish são anabatistas e formam um grupo cultural e étnico muito unido, descendente de imigrantes predominantemente suíços defala alemã. Entre os costumes dos amish destacam-se a renúncia ao uso daeletricidade, embora alguns deles utilizem pilhas de baixa voltagem. Eles usam carruagens como meio de locomoção. A comunidade se tornou mundialmente conhecida pelo filme "A testemunha", de 1985, protagonizado por Harrison Ford e Kelly McGillis, dirigido por Peter Weir. Os crimes cometidos agora se assemelham ao de 27 de setembro, quando um homem tomou seis meninas como reféns no instituto "Platte Canyon" de Bailey (Colorado), selecionadas pelo criminoso por seremmulheres e loiras. Um segundo caso de tiroteio em um colégio nos EUA aconteceu na sexta-feira passada, quando um estudante de 15 anos matou o diretor de uma escola numa uma região rural do Estado de Wisconsin. O caso mais trágico, no entanto, aconteceu em 1999, na escola Columbine, também no Colorado, que resultou em 15 mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.