Morre soldado que deteve massacre no Vietnã em 1968

Hugh Thompson Jr., um ex-piloto de helicóptero do Exército americano que resgatou civis vietnamitas de outros soldados americanos, durante o massacre de My Lai, morreu hoje. Ele tinha 62 anos de idade. Thompson, cujo papel em My Lai só veio a público décadas depois do feito, morreu num Centro Médico para Veteranos. Trent Angers, biógrafo do herói de guerra, disse que Thompson morreu de câncer.Na manhã de 16 de março de 1968, Thompson, o artilheiro Lawrence Colburn e o chefe de tripulação Glenn Andreotta encontraram tropas americanas massacrando a população da vila de My Lai. Eles pousaram o helicóptero entre os soldados e os civis em fuga, e apontaram suas armas para os soldados americanos que cometiam a chacina. Depois, Thompson convenceu os civis a deixar um esconderijo para serem transferidos a outro local, e pousou o helicóptero uma segunda vez para resgatar uma criança ferida. Em 1998, os três homens foram homenageados com a Medalha do Soldado, a mais alta condecoração por bravura não envolvendo ação contra o inimigo. Para Andreotta, tratou-se de um prêmio póstumo. O tenente William Calley, chefe do pelotão responsável pelo massacre, foi condenado a prisão perpétua, mas serviu apenas três anos sob prisão domiciliar, graças a uma redução de sentença assinada pelo presidente Richard Nixon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.