Morre Sonya Peres, mulher do presidente de Israel

Sonya Peres, a reservada mulher do presidente de Israel, Shimon Peres, morreu hoje em Tel-Aviv, aos 88 anos. Seu genro e médico, Raphael Walden, disse à Rádio Israel que ela morreu em paz, dormindo.

AE, Agência Estado

20 Janeiro 2011 | 14h21

Nascida Sonya Gelman, na Ucrânia, Sonya emigrou para Israel ainda criança. Ela conheceu Peres no colegial e eles se casaram em 1945. Antes do casamento, ela foi enfermeira pelo Exército britânico em um hospital militar no Cairo. O casal teve três filhos, oito netos e dois bisnetos. Nos últimos anos, Sonya realizou trabalhos voluntários para várias entidades do país, sempre atuando com discrição.

Ao longo da carreira do marido, a companheira evitava chamar a atenção do público. Quando Peres tornou-se presidente em 2007 e se mudou para Jerusalém, ela permaneceu no apartamento deles em Tel-Aviv.

Falando no seu aniversário de 87 anos, em 2009, Peres disse que o período na presidência estava sendo o mais compensador de sua longa carreira política. "Mas no nível pessoal não estou tão feliz, porque eu realmente sinto falta da Sonya", contou ao jornal Yediot Ahronot. "Ela era o amor da minha vida e permaneceu como o amor da minha vida."

"Ela era um símbolo de modéstia, simplicidade e amor ao próximo", disse o ministro da Defesa, Ehud Barak, em comunicado. "Todos que a conheciam a admiravam e a apreciavam." O primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, telefonou para Peres para enviar seus pêsames e elogiar a companheira dele. O funeral de Sonya está marcado para amanhã. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.