Morre uma das mulheres mais velhas do mundo

Morreu hoje, aos 108 anos, a japonesa Gin Kanie, considerada uma das mulheres mais velhas do mundo. Desde a morte de sua irmã gêmea, Kin Narita, em janeiro do ano passado, ela vivia com problemas de saúde.Nascida de uma família de agricultores em uma pequena vila próxima a Nagoya, em 1 de agosto de 1892, ela e sua irmã ganharam a atenção dos japoneses só em 1991, quando conquistaram fama internacional pela simpatia, enorme vitalidade e, claro, a longevidade.As gêmeas apareceram em várias propagandas. Elas diziam que a simplicidade de suas vidas, a confiança uma na outra e as freqüentes caminhadas contribuíam para terem uma extraordinária saúde. Em japonês, Gin - que nasceu minutos antes - significava prata e Kin, ouro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.