Mohamed al-Sayaghi/Reuters
Mohamed al-Sayaghi/Reuters

Morrem 18 supostos membros da al-Qaeda e 14 militares no Iêmen

Zinyibar e outras localidades de Abien são palco de contínuos enfrentamentos entre o Exército iemenita

Efe,

06 de janeiro de 2012 | 17h20

SANA - Pelo menos 18 homens armados, supostamente membros da al-Qaeda, e 14 militares morreram, em violentos enfrentamentos ao leste da cidade iemenita de Zinyibar, no sul do país, segundo informou à Agência Efe uma fonte militar.

A fonte explicou que os enfrentamentos começaram quando dezenas de combatentes armados atacaram posições de um batalhão da Guarda Republicana ao leste de Zinyibar, capital da província de Abien.

Quatro dos militares mortos nos enfrentamentos eram oficiais, segundo a fonte, que pediu anonimato.

Zinyibar e outras localidades de Abien são palco de contínuos enfrentamentos entre o Exército iemenita e combatentes da al-Qaeda, apesar de em setembro as autoridades terem anunciado a tomada de controle na cidade.

Segundo as autoridades iemenitas e americanas a al-Qaeda conta com campos de treinamento no sul do país. Centenas de membros de tribos iemenitas ajudam as tropas em sua luta contra essa organização terrorista e grupos armados na província de Abien.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Primavera ÁrabeAl-qaedaIêmen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.