Morrem 23 pessoas em queda de teto da igreja no Nepal

Entre os 23 mortos há 18 mulheres e duas crianças; vítimas estavam dormindo quando ocorreu o acidente

Efe

30 de setembro de 2009 | 03h31

Pelo menos 23 pessoas - a maioria mulheres - morreram e 63 ficaram feridas vítimas da queda do teto de um dormitório feminino abarrotado e cheio em uma igreja do leste do Nepal, informou a Efe nesta quarta-feira, 30, uma fonte policial.

 

O fato ocorreu esta madrugada na cidade de Dharan, onde as autoridades eclesiásticas realizavam desde segunda-feira, 28, uma conferência anual à qual tinham acudido cidadãos procedentes de diferentes pontos do país.

 

Alguns dos fiéis dormiam e outros se preparavam para dormir quando o teto do andar superior cedeu e caiu sobre eles, segundo disse à agência Efe o oficial de Polícia Bharat Thapa, presente no local.

Entre os 23 mortos há 18 mulheres e duas crianças, segundo a fonte, que precisou que os falecidos se encontravam na planta baixa. Os feridos recebem já cuidados no hospital local.

 

"Além disso da aglomeração, a chuva que caiu durante o dia fez com que aumentasse o peso do teto do dormitório", disse à agência  Efe por telefone um dos organizadores do evento, Moses Rai, também no lugar do fato.

 

"A estrutura não pôde suportar o presença do povo e o peso da chuva no teto de palha", acrescentou Rai, quem afirmou que a superfície úmida também cedeu.

 

O dormitório tinha sido construído com bambus, pensado especialmente para dar amparada às mulheres que assistissem à conferência.

 

Os cristãos são minoria no Nepal, um país no qual predomina amplamente a religião hindu.

Tudo o que sabemos sobre:
Nepaligreja

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.