Morrem 55 pessoas em combates no Sri Lanka

Os combates são entre o Exército e o grupo armado Tigres de Libertação da Pátria Tâmil

EFE

10 de agosto de 2008 | 03h03

Pelo menos 39 guerrilheiros e um soldado morreram e outros 28 ficaram feridos nas últimas 24 horas em combates contra o Exército registrados no norte do Sri Lanka, segundo neste domingo hoje o Ministério de Defesa cingalês em vários comunicados. Outros 15 guerrilheiros morreram em ataques em outras regiões.   Os combates aconteceram nos distritos de Jaffna, Vavuniya e Welioya, pelos quais passa a linha da frente entre o Exército e o grupo armado Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE).   Embora o Exército reivindique diariamente a morte de dezenas de combatentes rebeldes, as partes carecem de confirmação independente. Nos últimos meses, as tropas cingalesas alcançaram romper a resistência da guerrilha no leste e no noroeste do país, mas esta conserva ainda em seu poder seus redutos tradicionais de Kilinochchi e Mullaitivu.   Atualizada às 11h30

Tudo o que sabemos sobre:
Sri Lanka

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.