Morrem dois passageiro do navio Aurora. Não foi de vírus

Duas pessoas morreram à bordo do navio de cruzeiro Aurora, que foi afetado por um vírus estomacal altamente contagioso. Mas as mortes, segundo informou hoje a empresa proprietária do navio, a inglesa P&O Princess Cruise PLC, não têm nada a ver com a epidemia virótica.A porta-voz da empresa, Browen Griffiths, disse que os mortos são dois homens, por volta dos 70 anos e ambos com ?problemas de coração?. Segundo ela, uma morte ocorreu no início da viagem e, a outra, no último fim-de-semana.As mortes são mais um episódio difícil na complicada saga do Aurora, que, com 400 passageiros contaminados por um vírus gastrointestinal, não pôde aportar na Grécia, na quinta-feira passada, e provocou o fechamento da fronteira entre Espanha e Gibraltar assim que ancorou no porto do território britânico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.