Morrem três membros de partido de Bhutto no Paquistão

Os militantes foram abatidos numa região próxima a Quetta, capital da província de Balochistão

EFE,

08 de dezembro de 2007 | 05h36

Três membros do Partido Popular do Paquistão (PPP), liderado pela ex-primeira-ministra Benazir Bhutto, morreram neste sábado num tiroteio com homens armados numa área tribal do sudoeste do Paquistão, segundo o canal "Dawn TV". Os militantes foram abatidos numa região próxima a Quetta, capital da província de Balochistão, disseram testemunhas. O Paquistão se encontra em estado de exceção desde 3 de novembro, quando o presidente Pervez Musharraf impôs a medida alegando, entre outros motivos, a escalada da violência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.