AP
AP

Morsi condecora militares que afastou no domingo, no Egito

Decisão do presidente surpreendeu e representou disputa de poder com o exército

AE, Agência Estado

14 de agosto de 2012 | 12h30

CAIRO - O presidente do Egito, Mohammed Morsi, condecorou nesta terça-feira, 14, dois integrantes do alto comando militar do país dois dias depois de ter anunciado a aposentadoria deles.

Veja também:

linkGenerais do Egito dizem aceitar troca de comando

linkPistoleiros matam líder tribal egípcio no Sinai

forum CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

O marechal Hussein Tantawi, que liderou o conselho militar que governou o Egito por um ano e cinco meses após o levante popular que derrubou Hosni Mubarak, e seu ex-chefe de Estado-Maior, general Sami Annan, receberam a Medalha do Nilo, mais alta honra militar egípcia.

Tantawi e Annan receberam a medalha do próprio Morsi em cerimônia realizada nesta terça-feira no Cairo. Foi a primeira aparição pública de ambos desde o domingo, quando o presidente ordenou a eles que deixassem seus cargos e os nomeou conselheiros da presidência.

A decisão de Morsi surpreendeu o Egito e representa o mais recente desdobramento de uma disputa de poder entre o presidente islamita e o poderoso exército, que controlou direta ou indiretamente o país durante as últimas seis décadas.

Depois de condecorar Tantawi e Annan, Morsi os convocou para uma reunião a portas fechadas.

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Primavera ÁrabeEgitoMohammed Morsi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.