Efe
Efe

Morsi está otimista de que o Egito superará crise, diz porta-voz

Presidente conversou com o Supremo Conselho de Justiça, dando a entender que um acordo pode ser negociado

Reuters

26 de novembro de 2012 | 15h59

CAIRO - O presidente do Egito, Mohamed Morsi, está "muito otimista" de que os egípcios superarão a crise política do país, disse o porta-voz dele nesta segunda-feira, 26, referindo-se à disputa sobre um decreto presidencial que amplia os poderes de Morsi.

O decreto deflagrou protestos violentos que rememoraram a revolução popular do ano passado que derrubou o autocrata Hosni Mubarak e permitiu a ascensão do movimento islâmico de Morsi.

"O presidente Morsi está muito otimista de que os egípcios superarão esse desafio, assim como já superaram outros desafios", disse o porta-voz presidencial, Yasser Ali, a jornalistas. Ele falou pouco depois de o presidente começar a conversar com a mais alta autoridade judiciária do Egito, o Supremo Conselho de Justiça, o que deu a entender que um acordo pode estar sendo negociado.

O Judiciário opôs-se ao decreto que coloca as decisões de Morsi acima das contestações legais enquanto não há Parlamento. "Não há absolutamente nenhuma violação sobre o Judiciário de forma nenhuma. O presidente explicará isso ao Supremo Conselho de Justiça", afirmou o porta-voz. "Ele (Morsi) reitera seu respeito a eles e discutirá qualquer mal-entendido que possa ter surgido sobre qualquer um dos artigos do decreto", acrescentou Ali.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.