Morte de 20 em combate sectário traz lei marcial

O governo de Mianmar declarou lei marcial ontem em quatro municipalidades de Meikhtila, cidade do centro do país, após a morte de 20 pessoas em confrontos entre budistas e cidadãos da minoria islâmica que habita a localidade, iniciados na quarta-feira. Fumaça negra e chamas ainda eram vistas nos edifícios da cidade quando o estado de emergência foi decretado, enquanto a polícia de choque apreendia machadinhas e martelos de budistas enfurecidos. Milhares de muçulmanos fugiram.

O Estado de S.Paulo

23 de março de 2013 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.