Murad Sezer/Reuters
Murad Sezer/Reuters

Morte de curdos após ataque aéreo causa protestos em Istambul

Multidão tomou conta de praça no centro da cidade; polícia teve de usar gás lacrimogêneo

Associated Press

29 de dezembro de 2011 | 15h24

ANCARA - Manifestantes e a polícia da Turquia entraram em confronto nesta quinta-feira, 29, em Istambul, após protestos contra os ataques aéreos que mataram 35 pessoas no Iraque.

 

Veja também:

linkTurquia admite ter matado 35 civis em ataque aéreo

 

De acordo com a agência de notícias Dogan, a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo e canhões d'água para dispersar a multidão, que arremessava pedras contra janelas e carros das forças de segurança. A confusão ocorreu em uma praça no centro da cidade. Não há informações sobre feridos e detidos.

 

As autoridades afirmaram que aviões turcos mataram 35 civis no norte do Iraque. Os militares acreditavam tratar-se de rebeldes turcos, mas os alvos eram jovens traficantes de cigarros.

 
Tudo o que sabemos sobre:
TurquiacurdosiraqueIstambul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.