EFE/Cristian Hernández
EFE/Cristian Hernández

Morte de jovem eleva a 78 o número de vítimas na Venezuela

Segundo a Procuradoria, Isael Macadán, de 18 anos, recebeu um tiro na cabeça e outro no braço após manifestação em Anzoatégui

O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2017 | 23h57

CARACAS - Um jovem de 18 anos morreu nesta quarta-feira na cidade venezuelana de Barcelona, no Estado de Anzoátegui, após receber dois disparos em um estabelecimento comercial depois de uma manifestação, informou o Ministério Público.

"Na madrugada de hoje, depois de uma manifestação, se apresentou uma situação irregular dentro de um local comercial, no qual o jovem recebeu um disparo no braço e outro na cabeça", explicou em um comunicado o Ministério Público, que anunciou ainda o indiciamento de dois homens pelo crime.

Com esta nova ocorrência subiu para 78 o número de mortos nos quase três meses de protestos contra e favor do governo na Venezuela, segundo o balanço da própria Procuradoria.

"De imediato, a vítima foi transferida a um hospital próximo, onde ingressou sem sinais vitais", acrescentou o comunicado do Ministério Público sobre a última morte.

O jovem foi identificado como Isael Jesús Macadán e os detidos como José Ramírez e Tomás Julio Martínez. / EFE

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ministério PúblicoVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.