Morteiros matam jogador de futebol em Damasco

Dois morteiros explodiram perto de um estádio de futebol no centro de Damasco, na Síria, nesta quarta-feira, matando um jogador e ferindo vários outros, afirmou a agência de notícias estatal SANA.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 10h40

A agência afirmou que os morteiros caíram em um complexo habitacional perto do estádio Tishrin no centro do distrito de Baramkeh durante um treino, matando um jogador do time al-Wathbah, que tem sede em Homs.

O jogador foi ferido dentro do hotel, quando estava se preparando para ir ao estádio e participar do treino. Em seguida, ele foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Os colegas da equipe al-Wathbah que testemunharam o ataque identificaram a vítima como Youssef Suleiman, de 19 anos, atacante do time. Eles disseram que ele era pai de um bebê de 6 meses.

O ataque de morteiro foi o segundo em dois dias na capital. Na terça-feira, dois morteiros explodiram perto de um dos palácios do presidente Bashar Assad, causando

apenas danos materiais.

O ataque foi o primeiro ataque confirmado próximo a um palácio presidencial e outro sinal de que a guerra civil está se infiltrando em áreas da capital, uma vez considerada segura. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.