Mortes de americanos no Iraque chega a 86 em outubro

Um marine de um regimento de combate foi morto durante combates na província de Anbar, no oeste do Iraque, segundo anúncio do Exército dos EUA. O marine aumenta para 86 o número de mortes de militares americanos no Iraque no mês de outubro.O marine, cujo nome não foi revelado pois a família ainda não foi notificada, morreu no sábado, afirmaram os militares. Outros detalhes, como o porque da demora no anúncio, não foram revelados. Outros cinco soldados morreram no domingo, todos em Bagdá. As mortes revelam o perigo que as tropas americanas no país continuam a correr, apesar do envio de mais 12 mil homens das forças americanas e iraquianas, numa tentativa de conter a violência na capital. O número de mortes do mês de outubro já era o mais alto deste ano, ao passar o de 76 em abril. A quantidade de mortes de americanos pode fazer deste mês o mais sangrento dos últimos dois anos. Novembro de 2004 continua sendo o mês com mais mortes desde o início da ocupação, quando as tropas tiveram 137 baixas.Ainda na segunda-feira, os militares relataram a morte de um membro da polícia de coalizão no domingo, quando um carro onde o policial viajava foi atingido por uma bomba de beira de estrada a oeste de Bagdá. Quatro soldados também ficaram feridos com a explosão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.