Mortes em deslizamento nos EUA sobe para 14

Subiu para 14 o total de mortos em um deslizamento de lama na área rural do estado norte-americano de Washington. Na noite de ontem, a lista de pessoas potencialmente desaparecidas avançou para 176, mas o diretor-gerente de emergências do condado de Snohomish, John Pennington, afirmou que a lista pode incluir muitos nomes duplicados. "Eu acredito muito fortemente que esse não é o número que nós veremos em fatalidades. Acredito que cairá dramaticamente", disse.

AE, Agência Estado

25 de março de 2014 | 03h29

A lista foi compilada com base em informações fornecidas pelo público, e os funcionários do governo ainda estavam tentando cruzar os dados que provavelmente descreviam a mesma pessoa.

"A situação é muito cruel", disse o chefe do Distrito 21 do Corpo de Bombeiros do Condado de Snohomish, Travis Hots. Ele disse que as autoridades continuam em modo de resgate, mas lembrou que não encontraram ninguém vivo desde sábado.

O deslizamento, descrito por funcionários locais como "uma parede de lama e detritos", deixou uma área de 2,6 quilômetros quadrados coberta por lama, com profundidade de até 18 metros em alguns pontos. Um trecho de 1,6 km da rodovia estadual 530 ficou bloqueado perto da cidade de Oso, 90 km ao norte de Seattle. Vizinhos descreveram o local como uma antiga aldeia de pescadores.

As autoridades acreditam que o deslizamento foi causado pela instabilidade do solo após as recentes chuvas na região. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Euadeslizamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.