Mortes na fronteira com os EUA preocupam Governo mexicano

O Governo do México expressou neste sábado sua preocupação com os constantes incidentes em que agentes policiais dos Estados Unidos utilizam a força, causando vez mais mortes de imigrantes mexicanos."A Secretaria de Relações Exteriores (SRE) expressa sua profunda preocupação com a recorrência de incidentes na fronteira, onde a ação da polícia causa a morte de mexicanos", disse a Chancelaria em comunicado.O órgão informou que as autoridades americanas confirmaram a morte de um mexicano na segunda-feira, perto de Calexico. Ele tinha 20 anos, era morador de Mexicali, no estado de Baja Califórnia, e foi morto por um agente da Patrulha de fronteiras dos EUA. O policial havia atirado num grupo de imigrantes, ferindo um deles, que morreu no hospital."Os emigrantes envolvidos no lamentável incidente reconheceram o morto como o guia do grupo", disse a SRE. Além disso, o Ministério instruiu o consulado mexicano em Calexico a acompanhar as investigações das autoridades americanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.