Mortes no Iraque caem para 1.420 em agosto, diz ONU

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou, em comunicado divulgado nesta segunda-feira, que o número de iraquianos reportados mortos durante conflitos no mês de agosto foi ligeiramente menor do que o registrado em julho, totalizando 1.420 vítimas fatais.

Estadão Conteúdo

01 de setembro de 2014 | 16h57

Segundo a missão da ONU no Iraque, o número de mortos inclui 1.265 civis e 155 membros das forças de segurança do Iraque, além de 1.370 pessoas feridas.

A ONU informou que os números representam o "mínimo absoluto" de vítimas e não incluem mortos na província de Anbar e em outras partes do norte do Iraque que estão sob domínio de militantes há meses. "O número real de vítimas pode ser significativamente maior", disse a organização em comunicado.

Em julho, 1.737 pessoas foram mortas no país. Em junho, foram 2.400 vítimas fatais, o maior número desde abril de 2005. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.