Mortes vinculadas à gripe suína sobem para 53 no mundo

O número de mortes associadas à gripe suína aumentou para 53 em todo mundo, depois que os Estados Unidos anunciaram uma terceira vítima e a Costa Rica sua primeira, segundo informações não oficiais. A Organização Mundial de Saúde (OMS) confirma, contudo, apenas 49 mortes e 4.379 casos registrados em 29 países.

AE-AP, Agencia Estado

10 de maio de 2009 | 10h16

Nos dois casos mais recentes, registrados nos EUA e Costa Rica, as vítimas eram homens que sofriam com outras doenças, de acordo com autoridades da área de saúde. Deste total de 53 mortes, 48 foram registradas no México, sendo as vítimas em sua maioria adultos, entre 20 a 49 anos, sem registro de outras complicações. Das cinco vítimas restantes, três foram registradas nos Estados Unidos, uma no Canadá e uma na Costa Rica, a única verificada fora da América do Norte. Estas cinco vítimas apresentaram outras doenças crônicas que agravaram os problemas trazidos pela gripe.

Nos Estados Unidos, no estado de Washington, autoridades de saúde disseram que um homem na faixa dos trinta anos com problemas cardíacos e pneumonia viral morreu na quinta-feira devido a complicações decorrentes da gripe suína. Na Costa Rica, um homem de 53 anos que sofria de diabetes e doença crônica nos pulmões também morreu em virtude dos efeitos da gripe. Este foi o primeiro caso de gripe suína fora da América do Norte e, segundo a ministra da Saúde da Costa Rica, Maria Luisa Avila, ainda não está claro como ele contraiu a doença já que não havia feito nenhum viagem recente ao exterior. A maioria das pessoas que contraiu a gripe estiveram nos Estados Unidos ou no México recentemente.

O relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que o México relatou 1.626 casos confirmados em laboratório, incluindo 45 mortes. Os EUA possuem 2.254 casos e duas mortes. O Canadá tem 280 casos e uma morte e a Costa Rica oito casos e uma morte. A Espanha registrou 93 casos de gripe suína e o Reino Unido 39 casos. A França tem registro de 12 casos, na Alemanha são 11, nove na Itália, sete em Israel, sete na Nova Zelândia, seis no Brasil, quatro do Japão, Holanda, Panamá e Coreia do Sul possuem três casos cada e dois em El Salvador. Com apenas um caso registrado estão Argentina, Austrália, Áustria, Colômbia, Dinamarca, Guatemala, Hong Kong, Irlanda, Polônia, Portugal, Suécia e Suíça.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínamortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.