Mortos 4 integrantes da Al-Qaeda no Afeganistão

Forças especiais encabeçadas por militares norte-americanos enfrentaram no Afeganistão supostos terroristas da rede Al-Qaeda em dois tiroteios próximos à fronteira com o Paquistão, resultando na morte de quatro pessoas do lado inimigo da coalizão. Segundo o major-general Franklin L. Hagenbeck, comandante das forças dos EUA no Afeganistão, os conflitos ocorreram entre a noite de ontem e a madrugada de hoje em uma área próxima à cidade afegã de Khost, localizada a um quilômetro da fronteira com o Paquistão. Não há informações sobre baixas do lado da coalizão. As forças de coalizão intensificaram a caça a combatentes do Taleban e da Al-Qaeda ao longo da fronteira. Ao mesmo tempo, os enfrentamentos entre os líderes tribais aumentaram em algumas regiões do leste do Afeganistão, ameaçando assim o trabalho das forças especiais. Segundo Hagenbeck, supostos combatentes da Al-Qaeda foram baleados na segunda-feira, causando a morte de dois deles, cujos cadáveres foram resgatados por seus companheiros. Outros dois morreram na madrugada de hoje em uma diferente ação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.