Mortos em acidente na África do Sul sobre para 26

A colisão entre um trem de carga que transportava carvão e um caminhão levando trabalhadores rurais na província de Mpumalanga, leste da África da Sul, matou ao menos 26 pessoas e deixou cadáveres espalhados na cena do acidente, disseram autoridades. "O acidente foi feio", afirmou o porta-voz do governo, Thulani Sibuyi.

AE, Agência Estado

13 de julho de 2012 | 18h42

Pelo menos outras 25 pessoas ficaram feridas no choque ocorrido nesta sexta-feira. O motorista do caminhão, que tentava cruzar os trilhos, aparentemente calculou mal a velocidade do trem, que se aproximava. Ele foi detido na noite desta sexta-feira. Havia cerca de 50 trabalhadores no veículo atingido.

Acidentes de trânsito com grande número de mortos são comuns na África do Sul, resultado da negligência dos motoristas e de estradas mal cuidadas.

Segundo Gary Ronald, porta-voz da Automobile Association of South Africa, um milhão de acidentes são registrados anualmente, com cerca de 14 mim mortos. Ronald disse que o país precisa implementar uma estratégia para diminuir o alto nível de acidentes rodoviários fatais.

Ele disse que a falta de policiamento efetivo e o crescente número de veículos nas estradas são alguns dos fatores que contribuem para o grande número de mortes.

"A África do sul está se afastando mais e mais de uma solução para a segurança nas estradas", afirmou Ronald. "Para a maioria dos sul-africanos, o desrespeito à lei não traz consequências."

O acidente desta sexta-feira ocorre menos de um mês após um acidente de ônibus ter deixado 19 mortos em Johanesburgo.

Em 2010, um homem que levava 14 crianças para a escola não respeitou as barreiras num cruzamento perto da Cidade do Cabo e um trem bateu no ônibus que ele dirigia, matando dez de seus jovens passageiros. O motorista foi condenado por assassinado dos estudantes mortos e por tentativa de homicídio dos quatro sobreviventes e foi sentenciado a 20 anos de prisão. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
África do Sulacidentetrem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.