Mortos em deslizamento de terra na Índia chegam a 30

Subiu para 30 o número de mortos e 150 o de feridos em um deslizamento de terra na Índia, segundo autoridades do governo. As equipes de resgate continuam a trabalhar em meio aos destroços nesta quinta-feira, no entanto, de acordo com o comandante da Força Nacional de Resposta a Desastres, Alok Avasthy, as chances de encontrar sobreviventes a essa altura são "muito remotas".

Estadão Conteúdo

31 de julho de 2014 | 11h57

Vitthal Banot, funcionário da equipe de gestão de desastres, informou que as equipes trabalharam durante toda a noite com holofotes equipados em jipes e veículos de terraplanagem. As autoridades informaram que até agora, 25 pessoas foram resgatadas na vila de Malin, oito delas com vida.

As equipes de resgate informaram que esperam um aumento do número de mortos na região, que tem 704 habitantes próximos ao local do desastre. Acredita-se que outras 150 pessoas possam estar presas embaixo dos destroços.

O primeiro-ministro Narendra Modi lamentou as mortes e disse que todos os esforços possíveis devem ser feitos para ajudar as vítimas.

As fortes chuvas levaram a um deslizamento de terra ontem, deixando 70 imóveis soterrados, sendo que há relatos de que outras 158 casas atingidas. A região recebeu 10,8 centímetros de chuva na terça-feira, seguida por uma chuva forte na quarta-feira.

Há cerca de 250 funcionários de equipes de resposta a desastres auxiliando a polícia local e equipes médicas. Ao menos 100 ambulâncias foram enviadas à região. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiadeslizamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.