Mortos em explosão de avião na Indonésia chegam a 49

Os primeiros números oficiais revelam que pelo menos 49 pessoas morreram no avião de passageiros que se incendiou quando aterrissava no aeroporto de Yogyakarta, em Java. A incidente ocorreu na manhã desta quarta (horário local) no aeroporto de Adusicioto.Um oficial teria confirmado ao jornal Kompas que 92 pessoas foram resgatadas do avião, mas uma delas morreu por causa dos ferimentos. Segundo a fonte, o avião levava 133 passageiros e sete membros da tripulação. Assim, os primeiros números concluem que pelo menos 49 pessoas teriam morrido no acidente.Os corpos ainda não puderam ser retirados da massa de ferros em que ficou transformado o avião, um Boeing 737-400 da companhia estatal Garuda, que vinha da capital indonésia, Jacarta.Os feridos no acidente tiveram que ser atendidos de forma urgente no próprio aeroporto pelas equipes de resgate. Cerca de 50 foram levados depois aos hospitais próximos, a maioria com contusões e queimaduras. Australianos estavam no aviãoO primeiro-ministro australiano, John Howard, confirmou que cerca de 10 australianos viajavam no avião de passageiros indonésio. Não se sabe ainda se todos sobreviveram, disse Howard à rádio Southern Cross Broadcasting.O primeiro-ministro disse que falou com o ministro de Relações Exteriores, Alexander Downer, e deu o sinal verde para enviar ajuda de emergência. Downer está na Indonésia, em visita oficial. Pelo menos cinco dos passageiros que estavam no avião acidentado eram jornalistas que cobriam a sua viagem.Os outros australianos a bordo seriam funcionários do Ministério de Relações Exteriores, e dois deles, agentes da Polícia Federal. Um sobrevivente indonésio explicou à televisão Sky News que os jornalistas e diplomatas australianos viajavam juntos na parte dianteira, na primeira classe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.